Conheça as principais características do Baby-led Weaning

 

Bebês e crianças engatinham, andam e falam quando estão prontos. Estes grandes marcos de desenvolvimento não vão acontecer nem antes e – desde que tenham oportunidade – nem depois do momento certo para o bebê. Com a alimentação, não é diferente. Bebês saudáveis são capazes de se alimentar dos seios de suas mães desde que nascem. Quando chegam aos seis meses, aproximadamente, eles são capazes de esticar os braços, agarrar pedaços de comida e levá-los à boca. Leia abaixo as vantagens e desvantagens do método BLW:

As vantagens

1. É prazeroso

Ter um papel ativo durante as refeições e ter controle sobre o que, quanto e com qual velocidade você come faz com que comer seja mais prazeroso. Os bebês gostam de aprender sobre os alimentos e fazer as coisas sozinhos.

2. É natural

Os bebês aprendem experimentando e explorando. Eles usam mãos e bocas para descobrir sobre todos os tipos de objetos, incluindo a comida. Por isso que o BLW respeita o ritmo e o aprendizado de cada bebê, é natural.

3. Aprender sobre a comida

Diferente das papinhas – que apresentam todos os sabores misturados em um, no BLW o bebê aprende a aparência, o cheiro, o sabor e a textura de diferentes alimentos, assim como também aprendem a reconhecer alimentos que gostam. Isso facilita o planejamento das refeições e evita que os bebês deixem de comer ago que gostam.

4. Aprender a comer com segurança

Poder explorar os alimentos antes que eles entrem pela boca ensina aos bebês lições importantes sobre o que pode e o que não pode ser mastigado e movidos pela boca com a língua – e isso não acontece com as papinhas, neste caso, o bebê “chupa” a papinha, e não entende o papel da língua. Mais tarde, este aprendizado evitará que o bebê coloque na boca pedaços grandes demais para serem mastigados e diminui a probabilidade de engasgamento.

5. Aprender sobre o mundo

Explorando cada alimento o bebê também está aprendendo: como segurar uma coisa macia sem amassá-la, uma coisa escorregadia sem deixá-la cair, e quando algo escapa pelas mãos, eles aprendem sobre gravidade. Eles também aprendem sobre os conceitos de mais;menos, tamanhos, formas, peso e textura. Já que todos os sentidos (visão, olfato, tato, paladar e audição) estão envolvidos neste aprendizado, eles descobrem como relacionar tudo isso para uma melhor compreensão do mundo à sua volta.

6. Potencial de alcance

A coordenação olho-mão que o bebê desenvolve melhora sua destreza – que ajudará na escrita e em desenhos, posteriormente; e, mastigar alimentos desenvolve os músculos da face que serão usados na fala.

7. Adquirir confiança

Explorando cada alimento o bebê também está aprendendo o que esperar de cada tipo de alimento, e com isso, confia em seu próprio julgamento. Bebês seguros tornam-se crianças seguras, que não tem medo de experimentar coisas novas, e que sabem voltar atrás quando as coisas não saem como esperado. E, ver os filhos comer sozinhos ajuda os pais a ficar mais relaxados sobre as necessidades do bebê de explorar o mundo, permitindo um crescimento com mais liberdade para aprender.

8. Confiar na comida

Uma vez que os bebês que fazem BLW podem usar os seus instintos para decidir o que comer e o que não comer, eles raramente demonstram desconfiança com a comida. Permitir a recusa de um alimento dá aos bebês mais disposição para experimentar novos alimentos, porque eles sabem que terão o direito de decidir se os querem comer ou não. Com isso, a criança tende a ser menos exigente e os adultos não precisarão fazer manipulações ou trapaças para convencê-lo a comer.

9. Ser parte das refeições familiares

Os bebês que fazem Baby-led Weaning são incluídos nas refeições da família desde o começo. Isso facilita para o bebê imitar o comportamento dos outros nas refeições e, com o tempo, ele tende a usar talheres e adotar os modos à mesa esperados pela família. Dividir as refeições familiares traz benefícios nas relações, habilidades sociais, desenvolvimento da linguagem do bebê e alimentação saudável.

10. Controle do apetite

Parece provável que bebês que tem permissão para escolher o que querem comer – entre uma variedade de alimentos nutritivos – no seu próprio ritmo, tem menos probabilidade de comer em excesso quando crescerem.

11. Melhor nutrição

Evidências empíricas sugerem que os filhos de pais que adotam o BLW têm menos probabilidade de escolher comida pouco saudável quando crescem e têm mais probabilidade de serem mais bem nutridos em longo prazo.

12. Saúde em longo prazo

Uma vez que as mamadas são reduzidas muito gradualmente, os bebês que fazem BLW e são amamentadas têm mais probabilidade de continuar tomando bastante leite materno por mais tempo, especialmente no início do processo, em que o bebê irá ingerir poucos alimentos. Além de oferecer um equilíbrio perfeito de nutrientes, o leite materno também dá proteção para as crianças e suas mães contra diversas doenças graves.

13. Uma atitude positiva com a comida

Quando as primeiras experiências de um bebê com a comida são saudáveis e felizes, problemas como rejeição ao alimentos e fobias alimentares são muito menos prováveis.

14. Sem complicação!

Além de comer junto com a família, não é necessário triturar a comida para o bebê ou usar liquidificadores para a refeição. Comer fora também será mais simples, ou porque encontrará algo no cardápio que o bebê poderá gostar ou porque levar de casa será prático.

15. É mais barato

Dividir com o bebê o que está sendo feito para o resto da família é mais barato do que comprar e preparar refeições separadas. E é muito mais barato do que comprar comidas prontas para bebês!

 

As desvantagens

1. A bagunça!

Sim, é normal lambança e sujeira na mesa, cadeirão, bebê, chão, etc, etc. A boa notícia é que o período de bagunça, para muitos bebês, é bem curto, pois o bebê desenvolve suas habilidades motoras rapidamente.

2. As preocupações das outras pessoas

Por ser uma prática não muito discutida no passado, muitas pessoas não conhecem o método BLW e são céticas e obrigará os pais a lidar com os medos e dúvidas de parentes e amigos.

 

E para vocês, qual é a principal vantagem do BLW? E quanto as desvantagens, lembram-se de mais alguma?

 

Gostou do método BLW?
Clique para saber mais sobre o curso de Introdução Alimentar com Coaching de Carreira da unimaterna.

 
Fonte: Livro Baby-led Weaning, o desmame guiado pelo bebê – Gill Rapley e Tracey Murkett, Editora Timo, 2017.