Ainda tem muita gente que não conhece todas as possibilidades de atuação de uma doula e acham que seu trabalho se limita apenas ao parto natural. Mas, não é bem assim. Conheça outras formas de assistência que a doula pode prestar.

Doula no pré-natal

É papel da doula conhecer o histórico da mulher, suas expectativas para a gestação e parto, seus receios e seus desejos. A partir disso, inicia o acompanhamento onde a doula estará disponível para informar, tirar dúvidas e atender as necessidades da mulher da forma que ela precisar. Ela estará atenta a todos os sinais e pronta para auxiliar, seja oferecendo orientações ou encaminhando a gestante para outros profissionais, de acordo com a necessidade. É no pré-natal que a doula ajudará a família a criar um plano de parto, que irá orientar a equipe durante o nascimento do bebê.

Doula no pré-parto

A preparação anterior é essencial no momento do parto para que a mulher e seu acompanhante possam se colocar, estar à frente do processo. A doula não vai interferir, nem opinar em condutas técnicas no momento do parto, mas vai preparar o casal para que eles possam fazer isso. Como ela ajuda no pré-parto?

  • Exercendo a escuta empática, sem pressionar a mulher.
  • Estimulando de forma sutil que a mulher fale sobre seus medos.
  • Sugerindo que siga a vida normal, marque compromissos e deixe algumas coisas do bebê para arrumar depois.
  • Acolhendo quando ela trouxer algum sentimento conflitante.
  • Reafirmando pontos importantes para fortalecer sua decisão, mesmo que já tenham sido abordados.
  • Sugerindo exercícios/técnicas de relaxamento – banhos, respiração, música, etc.
  • Conversando sobre a visão que a mulher tem de seu parto. 

Leia também:
Coisas que você precisa considerar ao ter uma rede social profissional
Formas de nascer: você conhece todas as vias de nascimento para um bebê?
Seja profissional: limites que você precisa respeitar atuando na área materno infantil

Doula no parto normal 

Seja no parto domiciliar ou hospitalar, a doula tem o papel de oferecer suporte físico e emocional. É  importante que ela saiba que pode ser acionada a qualquer momento. A doula não deve interferir demais. Esse é um momento importante para que a mulher se apodere do parto! Neste momento, a profissional pode dar orientações para que o acompanhante possa ajudar. É preciso estimular que a mulher se autoperceba e descubra o que é melhor para ela. Além de lembrá-la de se alimentar, hidratar, respirar e descansar enquanto ainda consegue. 

No trabalho de parto, a doula deve ajudar no processo de interiorização. O ambiente deve ser o mais seguro e íntimo possível, principalmente se o parto acontecer no hospital.

A doula também pode ajudar a incluir o acompanhante, respeitando suas limitações. A profissional precisa estar aberta e observando de maneira sensível. Um pequeno gesto como um afago, um abraço ou uma massagem em momento oportuno podem ajudar e muito!

Doula, escute, esteja disponível, acalme, encoraje, lembre a mulher do que esperar de cada fase, lembre a mulher da motivação de suas escolhas e dê suporte físico e emocional à parturiente (e seu acompanhante).

Doula na cesariana

Mesmo que esteja definido desde o início da gestação que o nascimento será via cesariana, a doula tem um papel fundamental no pré-natal, no pré-operatório, durante o procedimento e no pós-parto. Como?

  • Ajudando a família a ter um nascimento mais suave através de uma cesariana.
  • Fornecendo distrações, técnicas calmantes e orientação sobre o relaxamento enquanto a família está preparada para a cirurgia. 
  • Ajudando a família a permanecer presente e focada em receber seu bebê. 
  • Ajudando a mãe e o bebê a fazer o contato pele a pele o mais rápido possível na sala de operações ou na recuperação.
  • Permanecendo com a mãe se o bebê for para a UTIN.
  • Dando orientações iniciais de aleitamento materno.
  • E ajudando a mulher a processar sua experiência de parto.

Doula no puerpério

Assim que o bebê nascer e a placenta sair, é importante estimular o contato pele a pele entre mãe e filho, além de oferecer as primeiras orientações para o aleitamento materno. e quando a família vai para a casa, a doula tem um papel fundamental no puerpério orientando cuidados com o bebê e dando suporte físico, emocional e informacional. Ela também pode:

  • Ajudar no planejamento do dia a dia.
  • Auxiliar com problemas comuns da amamentação.
  • Lavar as roupas do bebê.
  • Deixar alguma refeição pronta.

Lembrando que doula não é diarista, não é fazer faxina, mas é fazer coisas que a mãe não está conseguindo, que precisam ser feitas no momento para que ela tenha mais vínculo com o bebê!

Você já conhecia todas as formas e atuação de uma doula? Para ver mais conteúdos como este, cadastre-se na nossa news e receba atualizações mensais da Confra das Maternas.