Como o rebozo é usado antes, durante e após o parto

Mesmo que você não faça ideia do que seja e para que serve um rebozo, com certeza você já viu um! Principalmente se você conhece a artista mexicana Frida Kahlo.

imagem Frida Kahlo com rebozo

Características

Rebozo vem do verbo rebozar, que significa cobrir-se. Ele deve ser feito de algodão cru com uma certa elasticidade, porém resistente o suficiente para envolver o corpo. A maioria deles você vai encontrar medindo em torno de 2,40m x 0,70m, mas alguns chegam a ter 5 metros de comprimento.

imagem com rebozo dobrado

Na cultura mexicana e da américa central ele acompanha a mulher durante toda a vida. É bastante utilizado como xale para cobrir os ombros. Uma curiosidade: se uma mulher está vestindo um rebozo, pode significar que ela é casada. Pode servir como um suporte para as mulheres carregarem os cestos na cabeça.

 

Como as consultoras materno-infantil utilizam o rebozo?

O rebozo vai muito além de um simples acessório de tecido. Ele pode ser utilizado em todo o ciclo da gestação-parto-puerpério.

  • Na gestação ele é usado tanto para sustentar a barriga da mulher quanto para promover o relaxamento através da massagem com rebozo.
  • Durante o parto, além de promover o relaxamento, ele é utilizado como um método não-farmacológico de alívio a dor e como suporte para a mulher conseguir ficar em diversas posições.
  • Parteiras mais experientes podem utilizar o rebozo para reposicionar o bebê dentro da barriga e facilitar o parto. O nome desta técnica é “manteada”.
  • No pós-parto ele pode ser usado para o “fechamento” do corpo. Uma prática que é feita em várias culturas. O corpo da mulher se abre para permitir que o parto aconteça, após o parto o corpo precisa “retornar” ao normal. E não é só o corpo que se abre. Há toda uma expansão emocional que reflete no corpo. As técnicas de massagem com o rebozo auxiliam neste retorno.

Naoli Vinaver, parteira mexicana e uma das autoras do livro “A técnica do rebozo revelada”, a maior responsável pela divulgação do uso do rebozo no Brasil, resume em poucas palavras os benefícios que o seu uso traz no prefácio do livro:

“Quando engravidam, as mulheres expandem seu corpo, seu coração e sua alma pelo bem de seu filho. Dar à luz é a maior demonstração de amor e, muitas vezes, exige alguns sacrifícios. O rebozo aplicado pelas mãos amorosas de doulas, parteiras e outros cuidadores ajuda a mulher e o bebê, pois oferece apoio, conforto, alívio, e no período pós-parto, um retorno ao estado de completude e integridade.”

E, outra forma bem comum de utilizar o rebozo é como um carregador de bebê.

Quem pode utilizar as técnicas de massagem com rebozo?

Todo profissional que atende a mulher neste período de gestação-parto-puerpério. Doulas, parteiras, obstetrizes, médica(o)s obstetras, enfermeiras obstetras, psicólogas… todos podem aprender e aplicar as técnicas de massagem e relaxamento no atendimento das gestantes e mães. Utilizar o rebozo e as técnicas de massagem com as mulheres e gestantes é honrar a tradição e unir a ciência com o cuidado feminino de forma integral.

 

Quer saber mais?

Recomendamos a leitura do livro “A Técnica do Rebozo Revelada” e o nosso Workshop de Rebozo.