Frases “proibidas” para uma puérpera!

 

A mãe que acabou de dar a luz a seu bebê já tem muitas coisas para se preocupar: alimentar o bebê no horário, lidar com dezenas de fraldas sujas frequentemente, imaginar o que o bebê está querendo dizer com cada choro, etc, etc. Como se isso não fosse o suficiente para estas novas mães, elas ainda costumam ouvir comentários desnecessários sobre sua aparência e seu bebê, tornando a vida da puérpera ainda mais difícil. Abaixo, nós listamos 12 frases que a puérpera não deveria ouvir de uma pessoa, conscientize-se sobre isso:

 
1) “Parece que você ainda está grávida!”

Depois de gerar uma criança por 9 meses, o corpo não volta ao normal em poucos dias. Este processo pode demorar muito meses. A mãe não precisa ouvir que, mesmo depois de ter o bebê, parece que nada mudou nela – mesmo que seja verdade!

2) “Você já perdeu o peso que engordou durante a gestação?”

Pode ser que sim, pode ser que não, em todo o caso, não é de sua conta. Neste momento, há muitas outras questões mais importantes para a mãe se preocupar do que emagrecer.

3) “Nossa, que bom! Você já perdeu todo o peso!”

Talvez você esteja pensando que dizer isso é um elogio, mas não é. Sem saber como tem sido o puerpério da mãe, perder peso pode ser um assunto tão difícil quanto ganhar peso, muitas vezes devido a crises de ansiedade ou depressão que esta mãe possa estar enfrentando.

4) “Já está pronta para voltar para a academia?”

Depois do nascimento do bebê, é natural a mãe se sentir dolorida, grande, gorda e extremamente cansada, e ela provavelmente não desejará sentir nada além disso, especialmente se for em uma academia.

5) “Melhor não tomar este copo de vinho”

Sim, mães que amamentam precisam tomar cuidado em relação a quantidade de ingestão de bebida alcóolica, mas isso não significa que ela não poderá curtir um copo de vinho. E, também tem o seguinte, depois de 9 meses de sobriedade, provavelmente a mãe não irá ter dúvidas se deve ou não tomar um copo de vinho para relaxar.

Fonte: Mãe Solo

6) “Tem que curtir cada momento, porque passa voando!”

Este tipo de comentário é óbvio para a mãe – você não precisa lembrá-la que crianças crescem muito rápido, especialmente quando a puérpera está começando sua jornada como mãe.

7) “Mas você está amamentando, certo?”

A forma como a mãe escolhe para amamentar seu bebê (seja com aleitamento materno ou via fórmula) é uma escolha que compete a ela. E também, às vezes esta mãe – por algum motivo – não tem sequer a opção, por isso, não julgue.

8) “Você também sente que está morrendo de amor pelo bebê?”

Acredite, nem sempre a ligação entre mãe e bebê é tão fácil como parece. Fazer uma pergunta como esta pode ser insensível para os casos em que a mãe estiver passando por momentos difíceis durante a adaptação no puerpério.

9) “Você está grávida de quantos meses?”

Quando encontrar uma gestante e não tiver certeza se o bebê dela já nasceu, não pergunte. Quando a puérpera não está com o recém-nascido no colo é comum as pessoas perguntarem como vai a gestação, e ela não se sentirá bem com este comentário.

10) “Seus peitos parecem tão diferentes…”

Sim, é natural o tamanho e o formato dos peitos mudarem com a amamentação. Não faça comentários sobre isso para não deixar a puérpera preocupada ou triste, especialmente se estiver com outras pessoas.

11) “E quanto a mim?”

Quando for visitar uma puérpera, concentre-se em como pode ajudá-la a se recuperar do parto ou mesmo com os cuidados com o bebê. Não transmita a ela suas necessidades pessoais ou angústias – neste momento.

12) “Quando você vai ter outro bebê?”

Uma mãe que acabou de dar à luz um bebê está bastante atarefada em trocar fraldas e cuidar das necessidades de um recém-nascido para ter que pensar em uma resposta para este tipo de pergunta. Por isso, evite-a!

 

E você, já ouviu algum comentário desnecessário durante o seu puerpério? Comente abaixo 🙂